terça-feira, 30 de agosto de 2016

QUE É ISSO TV BRASIL???

Resultado de imagem para vanessa grazziotin


A TV Brasil, ainda sob vestígios da censura ameaçada pelo meteórico diretor, aliado ao Cunha- indicado pelo governo interino golpista de Temer- cortou a fala mais importante da Senadora Vanessa Graziottinni, quando criticou a fala do Aloysio Nunes, reclamando do deputado Magalhães que o chamou de golpista. Eu assisti a fala de Vanessa e vi que ela finalizou contestando o pedido (pelo Aloysio Nunes) de retirada do deputado por força policial. Isto não aparece na reportagem. Qué é isso TV Brasil?????!!!

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

ÓDIO, MISERICÓRDIA OU O FIM DO MUNDO



Dois acontecimentos, aparentemente, díspares, mas que a mim parecem fazer todo sentido, marcaram esta semana: Primeiro a reedição, na Alemanha do livro manifesto de Adolf Hitler, o homem mais sanguinário de todos os tempos, numa época em que se dissemina o sentimento de ódio em quase todo o mundo. Em tempos em que,a extrema direita tenta recuperar o seu poder em vários pontos do planeta. No Brasil, temos exemplos, no parlamento que tenta parar o país, com a insistência em tirar do poder uma presidenta  eleita democraticamente, na aposta do "quanto pior , melhor".Na argentina, esta direita se faz representar pelo eleito presidente, Na Bolívia, Evo Morales, encontra a resistência de uma minoria que não se conforma com um descendente indígena no poder.,, Em contrapartida o Papa Francisco, já contando com a simpatia de muita gente, com seus ousados comportamentos, desafia o protocolo do Vaticano,lança o seu primeiro livro, exaltando a misericórdia. ..

Estes fatos levaram a uma lembrança de um vídeo que me foi enviado por um amigo virtual. E eu, embora, nem tão católica que veja no Papa um representante de um Jesus, nem tão kardecista  que venere  Chico Xavier, sou levada a refletir e ver tais fatos, não como uma mera conscidência. 


papa Francisco lança seu primeiro livro em uma cerimônia realizada no Vaticano. “O nome de Deus é misericórdia

Papa Francisco lança seu primeiro livro nesta terça-feira (12) (Foto: Alessandra Tarantino/AP)
Nesta terça-feira (12) o papa Francisco lança seu primeiro livro em uma cerimônia realizada no Vaticano. “O nome de Deus é misericórdia” surgiu de uma entrevista de Francisco com o jornalista Andrea Tornielli, repórter do Vaticano. 
O tema principal do livro é misericórdia, um assunto que o papa trata com profundidade. Em 2015, papa Francisco deu início ao Ano da Misericórdia, quando anunciou um Jubileu extraordinário.
O livro tem o formato de uma grande entrevista – ao todo dão 40 perguntas – em que o papa as responde, muitas vezes, com histórias pessoais de sua infância e adolescência, e foi divididos em nove capítulos.
Alguns das questões abordadas no livro, como a dos imigrantes e dos mais pobres, o papa Francisco deixa claro a sua opinião e a da igreja católica. Outros temas, como a homossexualidade e o divórcio, Francisco não propõe nenhuma mudança na visão da igreja, mas pede, como já fez antes, que os temas sejam abordados com tolerância e compaixão.
“O nome de Deus é misericórdia” será lançado em 86 países. Em uma das versões da capa, o título do livro aparece escrito à mão. A caligrafia é do próprio Francisco que escreveu o título nos seis idiomas em que o livro será lançado.


Livro de Hitler será reeditado na Alemanha
O manifesto político de Adolf Hitler, o livro Mein Kampf ("Minha Luta", em português), será reeditado em janeiro com anotações de acadêmicos pela primeira vez desde o fim da Segunda Guerra Mundial.

O Instituto de História Contemporânea (IfZ, na sigla em alemão), em Munique, afirmou que vai imprimir 4 mil cópias com 3,5 mil anotações.
O diretor do IfZ, Andreas Wirsching, disse que o texto com comentários de especialistas "acabará com o mito" que cerca o livro.
A medida gerou polêmica e foi criticada por grupos judeus que afirmam que obras nazistas nunca mais deveriam ser republicadas.
Mein Kampf foi originalmente impresso em 1925, oito anos antes de Hitler chegar ao poder.
Depois que a Alemanha nazista foi derrotada em 1945, no fim da Segunda Guerra Mundial, as forças aliadas entregaram os direitos da obra para o Estado da Baviera.
O Estado, entretanto, não permitiu que o livro fosse reeditado para evitar qualquer tipo de incitação ao ódio.
Na Alemanha, as leis de direitos autorais duram por 70 anos. Isso significa que o texto passa a ser de domínio público a partir de janeiro de 2016.
No entanto, autoridades disseram que o acesso do público ao texto será limitado para evitar que a obra desencadeie sentimentos neonazistas.




Espíritos Informam a Chico Xavier Sobre o fim do Mundo


Militares atestam acerca da intervenção extraterrestre quanto às armas nucleares desde outrora já em curso em nosso mundo.

Para quem nunca ouviu falar sobre o assunto, Chico Xavier abriu caminho para o leitor se aprofundar no tema da Data Limite pela qual a humanidade será avaliada por 50 anos, em ocasião de sua participação no programa Pinga Fogo, em 1971 e à confissão feita a Geraldo Lemos Neto (fundador da Casa de Chico Xavier, Pedro Leopoldo-MG). Este período de prova consiste na obrigatoriedade de não haver um holocausto bélico pelo prazo de 50 anos, a partir de 20 de julho de 1969.

Caso alcançarmos esta data sem o referido dissabor, a humanidade galgaria avanços extraordinários desde então. Avanços em todas as áreas do conhecimento e desenvolvimento e, os extraterrestres teriam permissão para nos contatar formalmente, caso julguem conveniente.

“O Tema da transformação da Terra de mundo de expiação e provas para mundo de regeneração, levantado pelo próprio codificador da Doutrina Espírita, Allan Kardec, sempre interessou e intrigou Geraldo Lemos Neto, fundador da Casa de Chico Xavier, de Pedro Leopoldo (MG).

Com 19 anos de idade, já tendo lido e estudado toda a obra de Kardec, conheceu o médium Chico Xavier, amigo da família desde os tempos de sua meninice em Pedro Leopoldo.
(…)
Perguntei, então, ao Chico a que avanços ele se referia e ele me respondeu: “Nós alcançaremos a solução para todos os problemas de ordem social, como a solução para a pobreza e a fome que estarão extintas; teremos a descoberta da cura de todas as doenças do corpo físico pela manipulação genética nos avanços da Medicina; o homem terrestre terá amplo e total acesso à informação e à cultura, que se fará mais generalizada…

quarta-feira, 29 de abril de 2015

LEONARDO BOFF-TEÓLOGO E ESCRITOR


"Não sou filiado ao PT,tenho críticas ao PT,mas faço uma distinção entre ser a favor do PT e ser a favor da causa do PT, que é: Acabar com a extrema pobreza no país. As famílias, terem  o mínimo necessário para viver.Terem sua comida, sua luz... E  isto, em 500 anos,nunca, em governo nenhum se fez. Isto eu vou defender até os fim de minha vida. Mas, o erro do governo  do PT é que não pegou aquelas fortunas e não redistribuiu aos pobres. Não fez , ainda justiça social".

" A justiça não está sendo justa.Os outros partidos tiveram muito mais  envolvimento no caso de corrupção que o PT e destacaram só o PT, saíram prendendo sem , ainda ter nenhuma prova.

"Se culpa a Dilma, por tudo. O aumento da cebola , 'a culpa é da Dilma'. Tudo que acontece se põe a culpa na Dilma. A direita não tem um programa. Criou um grande movimento nas redes sociais para desmontar o governo Dilma, difamar  o Lula, o PT, para que na próxima eleição eles não tenham condições de lançar nenhum candidato". 

domingo, 31 de agosto de 2014



De passagem


Um espelho refletiu negro

Num tempo passado pra traz

Um vestido cor-de-rosa

(a sombra do que deixou de ser)

E a nuvem pisou tão pérfida

Num sorriso branco a dor maior

De gente em foto verde vã

Que feneceu na vida mestra o amor azul

 

Na vida mestra dei um giro em prosa

E parei na experiência

E valeu a dor maior

À sombra do espelho negro

E do amor azul fiz ausência

E até do vestido cor-de-rosa

Fiz menção honrosa à nuvem pérfida

E da foto verde vã

Fiz verdade e vivência